Pavlova de Chocolate que é uma perdição

A sugestão de hoje é rápida de preparar e o resultado final e divinal.

PUBLICIDADE
Ingredientes:

5 claras em temperatura ambiente
1/4 colher de chá de cremor tártaro
200 g de açúcar fino
1 colher de chá de vinagre
1 colher de chá de extracto de baunilha
1 colher de chá de amido de milho
25 g de cacau em pó
30 g de pepitas de chocolate (opcional)

Cobertura:

200 ml de natas com MG 35% a 40%
Açúcar a gosto
Fruta a gosto (usei mirtilos, groselhas e morangos)

PUBLICIDADE
Preparação:

  1. Ligue o forno a 150ºC.
  2. Numa folha de papel vegetal, desenhe um círculo de 18 cm usando uma forma ou um prato. Vire o papel vegetal ao contrário, de forma que o círculo fique virado para baixo.
  3. Numa taça média/grande bata as claras e o cremor tártaro, em velocidade média, até estar com aspecto de espuma.
  4. Adicione o açúcar aos poucos, usando uma colher de sopa de cada vez, continuando sempre a bater as claras em velocidade alta. Bata até obter um merengue forte e brilhante. Coloque um pouco de merengue entre o indicador e o polegar e friccione para testar se ainda sente o açúcar. Se sentir terá que bater as claras até deixar de sentir (por esta razão é melhor usar açúcar fino).
  5. Adicione a baunilha e o vinagre e bata até estar incorporado.
  6. Peneire o amido de milho e o cacau, aos poucos de cada vez, e envolva ao merengue usando uma colher ou espátula.
  7. Adicione as pepitas e envolva.
  8. Antes de colocar o merengue no papel vegetal, vai colar o papel ao tabuleiro do forno. Para isto, coloque uma colher de café de merengue nos cantos do papel vegetal e pressione. Não se esqueça que o círculo desenhado no papel vegetal é para ficar virado para baixo.
  9. Coloque agora o merengue sobre o papel vegetal, dentro do círculo desenhado.
  10. Coloque o merengue no forno e reduza o forno para 120ºC.
  11. Deixe cozinhar por 2 horas.
  12. Desligue o forno, abra ligeiramente a porta do forno, entalando um pano de cozinha, e deixe arrefecer totalmente.
  13. Pouco antes de servir a Pavlova, bata as natas bem batidas, adicionando açúcar a gosto.
  14. Coloque as natas por cima da Pavlova e decore com fruta a seu gosto.
  15. Sirva de imediato porque esta sobremesa não aguenta bem o peso (por isso é que só coloca as natas mesmo antes de servir).

Fonte: desastreculinarios.blogspot.com

PUBLICIDADE